IMPOSTO PAGO PELOS GONÇALENSES DE 01/01/2017 ATÉ HOJE

terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Plano municipal de cultura de São Gonçalo é aprovado na Câmara

Foto: Divulgação/Romário Regis
Artistas da cidade e cidadãos lotaram a Câmara municipal hoje (12) para acompanhar a votação do Plano Municipal de Cultura de São Gonçalo. A Secretaria Municipal de Turismo e Cultura e o Conselho Municipal de Cultura encaminharam a mensagem para a Câmara, que foi aprovada por 25 votos.

O plano municipal é o documento que estabelece metas e prazos para projetos, programas e outras questões relacionadas a cultura pelos próximos 10 anos. Construído a partir de um amplo processo de participação social, o Plano Municipal de Cultura indicará as prioridades para a cultura na cidade, a partir da aprovação de diretrizes, ações e metas a serem efetivadas no próximo decênio.

Vereadores brigam e vão usar comissão de ética para se atacarem

Vereadores Capitão Nelson e Maciel | Fotos: Divulgação/OSG
Os vereadores Capitão Nelson e Maciel tiveram uma discussão feia na sessão plenária do dia sete de dezembro. Maciel estava falando na tribuna que não vai aceitar que o prefeito coloque uma "sela e montar nele", como faz com outros vereadores, para que votem a favor dos seus projetos.

Capitão Nelson não gostou nada, nada do termo utilizado e falou que se Maciel repetisse iria entrar com ação na Comissão de Ética da Câmara Municipal. E Maciel repetiu. Disse que não citou nome de nenhum vereador, e que a carapuça lhe serviu...

O Presidente da Comissão de Ética, Vereador José Carlos Vicente, se adiantou e disse: "Será que nós vamos ficar aqui assim diariamente? Vamos nos valorizar e dizer sempre o que eu repito: o inimigo do político é o próprio político [...] Aqui não houve nada demais, cada um vota de acordo com seu pensamento", disse o presidente da comissão.

Filiação de Rodrigo Neves ao PDT conta com Ciro Gomes e Carlos Lupi

Foto: Divulgação/PDT
O prefeito de Niterói é o mais novo filiado do PDT no Estado do Rio. Rodrigo Neves assinou ficha de filiação no início da tarde desta terça-feira (12/12, às 12 horas), durante confraternização no restaurante Seu Antônio – um tradicional ponto de encontro de pedetistas na cidade de Niterói. A ficha de Neves foi abonada, entre outros, pelo presidente nacional da legenda, Carlos Lupi e por Ciro Gomes, pré-candidato do PDT à presidência – que participaram do ato.

Deixando o Partido Verde (PV), a ida de Rodrigo Neves para o PDT faz parte de um grande plano na montagem de um palanque para Ciro Gomes no Estado do Rio. Diversas lideranças do PDT participaram do ato.

Para Lupi, a chegada de Rodrigo demonstra o esforço do partido em criar palanques fortes e com peso político para as eleições de 2018.

"Estamos montando um time pelo Brasil para mostrar que teremos o melhor candidato para governar o Brasil a partir de 2019. Estamos reunindo as melhores cabeças políticas para construir o projeto que o país precisa, e Rodrigo será um atacante nesse time", afirmou Lupi.

Já Rodrigo afirmou que a decisão dele em se filiar ao PDT está diretamente ligado ao melhor projeto proposto para as eleições de 2018.

"Não é uma decisão eleitoreira. Não sou candidato ano que vem, e me filio ao PDT de Lupi e Ciro porque acredito que estamos lidando com o melhor projeto e com o mais preparado pré candidato à presidência: Ciro Gomes", disse Neves.

Durante rápida fala, Ciro Gomes também elogiou Rodrigo e o trabalho do prefeito à frente da cidade.

"Niteroi é hoje uma cidade modelo para o Brasil. Isso só é possível graças ao Rodrigo, que tem feito um trabalho excepcional. A vinda dele para o PDT é a demonstração que estamos conquistando espaços e construindo caminhos para apresentar ao Brasil os melhores projetos", enfatizou.

Vereador critica "indústria da multa" após ser rebocado com o carro da Câmara

Foto: Reprodução/TV Câmara
O vereador Lecinho usou a tribuna da Câmara Municipal na sessão plenária do cinco de dezembro para criticar o que classificou como "indústria da multa" em São Gonçalo, após ter o carro oficial da Câmara [novo, 0km] rebocado no centro da cidade.

"Eu tive o desprazer de rebocarem o meu carro em frente a secretaria de saúde do município. Foi coisa de 10 minutos, 10 minuto para eles rebocarem meu carro e levar para o depósito", relatou o vereador. Ele ainda disse que foi mal atendido pelo Guarda Municipal no depósito, classificando-o como despreparado para a função.

"Deveria pelo menos me dar um bom dia, nem isso ele me deu!", disse o vereador.

O vereador ainda disse que ligou para o Secretário de Transporte, Thiago da Marmoraria, para falar sobre o "constrangimento absurdo". O vereador falou que "esqueceu" de tirar a placa e colocar em cima do painel. "A maioria da Guarda conhece que o carro é do vereador", disse Lecinho, que ainda disse que "tem alguém mandado" que ações como essa sejam realizadas. "Eu estou indignado", disse o vereador.

Ataque à empresa - Após ter o carro rebocado, Lecinho vai partir para cima juridicamente da empresa responsável pelas operações de reboque no município, a TransGuard: ele solicitou alvará operação, licença de meio ambiente, cópia do contrato de cessão do terreno da Câmara e requerimento de solicitação do número de funcionários da Guarda Municipal que trabalha ligada à empresa e requerimento de informação com os valores repassados para a prefeitura referente a cobrança de diárias e reboques de janeiro a novembro de 2017.

Funkeira e feminista, niteroiense MC Carol pensa em candidatar-se em 2018

Foto: Reprodução/Divulgação
A funkeira de Niterói, Carolina de Oliveira Lourenço, de 24 anos, popularmente conhecida como MC Carol, está cogitando entrar para a política fluminense. Em uma postagem na sua página do Facebook, onde cita como sendo suas referências as vereadoras Marielle Franco (PSOL-RJ) e Áurea Carolina (PSOL-MG), ela revelou que pensa seriamente em candidatar-se ao cargo de deputada estadual em 2018.

“Me pergunto então como eu posso ser parte dessa mudança. Foi quando pensei seriamente: por que não me candidatar a Deputada Estadual?”, escreveu MC Carol, em sua rede social.

Personalidades como Jean Willys, Marielle Franco, Luciana Genro e Áurea Carolina, todos do PSOL, demonstraram interesse na candidatura da funkeira.

Carol é autora de "Meu Namorado É o Maior Otário" e "Delação Premiada", e de versos como "Aponta pro Viado", "100% feminista", "sou mulher, sou negra, meu cabelo é duro" e "eu que mando nessa porra, eu não vou lavar a louça".

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Gonçalense é vencedor do Prêmio Prudential Espírito Comunitário 2017

Foto: Divulgação/Prêmio Prudential 
Ontem foi realizada a Cerimônia de premiação do Prêmio Prudential Espírito Comunitário, que busca reconhecer as iniciativas comunitárias de jovens da região metropolitana do Rio de Janeiro. Entre mais de 700 inscritos, trinta foram selecionados como finalistas. Ontem, em cerimônia no Teatro XP Investimentos, no Leblon, o grande vencedor foi anunciado.

Apresentado pelo ator e apresentador da Rede Globo Otaviano Costa, o Prêmio Prudential está em sua terceira edição. O estudante de 18 anos, Evando Ramos, aluno do Colégio Estadual Professor Francisco de Paula Achilles, em São Gonçalo, foi o vencedor da medalha de ouro. O mesmo colégio apresentou ainda outro finalista na edição 2017, Claudionei Abreu. Rafael Rabelo ficou em segundo lugar, com a medalha de prata, e Lucas Scerpel em terceiro, com medalha de bronze.

A Prudential do Brasil vai oferecer como prêmio para o primeiro colocado a quantia de R$10 mil reais que serão doados para a instituição onde ele realizou sua ação comunitária. O segundo lugar ganha R$5 mil e o terceiro R$3,5 mil. Os dois primeiros colocados ganham, ainda, uma viajem para Washington, nos Estados Unidos, para representar o Brasil no encontro internacional da empresa Prudential, com vencedores do prêmio em vários países do mundo.

Por já ter sido beneficiado por meio do voluntariado, Evando encontrou a inspiração para ajudar outras pessoas. No projeto de missionários americanos no Brasil, ele participa fazendo atividades de tradução e atividades recreativas. Evando também é um dos fundadores de um grupo de apoio à escola que arrecada doações e estimula boas práticas entre alunos.

Deputado Marcelo Delaroli afirma que votará contra a Reforma da Previdência

Foto: Luis Macedo/Agência Câmara dos Deputados
"Tem que cortar os supersalários e regalias do Legislativo, Executivo e Judiciário, além de cobrar que as grandes empresas devedoras da previdência paguem o que devem", afirma o deputado federal

O deputado federal Marcelo Delaroli (PR-RJ) é contra a proposta de Reforma da Previdência, prevista para ser colocada em votação ainda nesse mês de dezembro, na Câmara dos Deputados.

O parlamentar revelou seu voto em postagens realizadas em sua página no Facebook. Segundo Delaroli, a proposta apresentada pelo governo federal prejudica todos os trabalhadores da ativa e futuramente os que irão se aposentar.

“Meu voto vai ser contra a Reforma da Previdência por ser injusta com a maioria dos trabalhadores ao impor regras mais severas e provocar prejuízos aos valores da aposentadoria de diversas categorias, inclusive servidores públicos”, justifica Marcelo Delaroli.

O deputado destaca ainda que o modelo proposto pelo governo federal está muito longe de cortar privilégios. “A legislação precisa ser atualizada, mas da forma como apresentaram, não concordo. Não se pode falar em reforma sem antes mexer nos que estão à frente, que comece pelo Legislativo, Executivo, Judiciário, cortando supersalários e regalias dos três poderes", argumenta.

O parlamentar também alerta para a necessidade de as grandes empresas devedoras da Previdência quitarem seu débitos. "É fundamental cobrar o pagamento de dívidas das grandes empresas devedoras. Não é justo nem correto penalizar a maioria dos trabalhadores assalariados que lutam com muita dificuldade nessa crise vivida no país. Essa Reforma da Previdência, se for aprovada, não vai ser com o meu voto, sou contra", conclui Marcelo Delaroli.